Preview: Independence Bowl – Florida State vs. Southern Miss

Browse By

Em um dos bowl games mais tradicionais de toda a temporada, teremos um confronto de equipes de tamanho e expectativas bem diferentes. De um lado, Florida State, que entrou em 2017 como um favorito aos playoffs e acabou precisando remarcar um jogo contra time da FCS para conseguir elegibilidade. Do outro, Southern Miss, que terminou muito bem o ano e quase levou sua divisão na Conference USA.

📝 O que? Walk-On’s Independence Bowl – Florida State Seminoles (6-6) vs. Southern Miss Golden Eagles (8-4)
🕛 Quando?
 Quarta, 27 de dezembro, às 16h30 (horário brasileiro de verão)
🌎 Onde?
Independence Stadium – Shreveport, Louisiana
📺 Como assistir? ESPN+

>> Clique aqui e confira nossa Central dos Bowls <<

📚 Histórico: Florida State lidera a série com 13 vitórias, 8 derrotas e 1 empate 
🆚 Último confronto:
FSU  54, Southern Miss 14 (1996)
🎰 Linha de Vegas: 15 – Florida State

Pela 31ª vez, a cidade de Shreveport irá receber o Independence Bowl, jogo que foi criado em 1976 para celebrar o ano do bicentenário da declaração de independência dos Estados Unidos. Na temporada que foi instituído, o jogo era um dos 12 cobiçados bowl games de fim de ano. Com o passar do tempo, o confronto que tradicionalmente recebeu duelos marcantes entre SEC e Big 12, acabou perdendo força com a inundação de merchandising bowls que surgiram na década de 2000.

🛤A estrada até Shreveport

Os Seminoles começaram a temporada com expectativas muito altas. Mas logo em seu primeiro jogo, no tão esperado confronto contra Alabama, Florida State saiu com uma derrota e uma lesão grave do quarterback Deandre François. A equipe sofreu bastante depois disso, perdendo cinco de seus próximos seis jogos, incluindo uma derrota acachapante para Boston College. Os Noles se viram obrigados a remarcar um jogo com Louisiana-Monroe para poder alcançar as seis vitórias e conseguir a elegibilidade para bowls, que foi questionada nos últimos dias.

Southern Miss pretende terminar o ano em força total. Depois de fechar a parte regular da temporada com três vitórias consecutivas e chegar perto de conseguir o título da Divisão Oeste da Conference USA, os Golden Eagles tentam conseguir a segunda vitória contra times do Power Five desde a chegada de Jay Hopson como técnico.

O running back Cam Akers se destacou em uma temporada complicada para Florida State.

Quando Florida State tiver a bola

Após um péssimo começo de temporada, o ataque dos Seminoles começou a encaixar quando os dois novatos pegaram mais experiência e mostraram o talento que era falado durante seus recrutamentos. O running back Cam Akers está a poucas jardas de quebrar o recorde de Dalvin Cock como freshman, um feito sensacional. E após a sequência de derrotas, o quarterback James Blackman melhorou e ajudou o time de Florida State a produzir uma média de 27 pontos por partida.

A grande força de Southern Miss na temporada foi a sua defesa. A unidade é extremamente eficiente e dificulta a vida dos adversários dentro da red zone, cedendo uma média de apenas 24 pontos por jogo e tendo dois shutouts. Os destaques são os defensive backs Tavarius Moore e Jomez Applewhite e o linebacker Racheem Boothe. O trio foi responsável por 204 tackles, 14 tackles para perda de jardas, 3 sacks e 4 interceptações.

Quando Southern Miss tiver a bola

A principal peça do ataque de Southern Miss é o running back Ito Smith. O senior correu para 1323 jardas e 13 touchdowns, além de ter passado da marca de 100 jardas ou mais em dez partidas. O quarterback Kwandra Griggs também produziu bons números, especialmente depois que retornou da sua lesão na mão. Nas últimas três partidas, ele lançou sete touchdowns.

A defesa dos Seminoles tem sido decente, cedendo uma média de 22 pontos por jogo e foi o ponto alto por toda a temporada, tirando na partida contra Boston College. O bowl já servirá como preparação da unidade para a próxima temporada, já que três jogadores fundamentais já declararam que não vão atuar para se popuar para o processo pré-draft: o defensive back Derwin James,  o linebacker Matthew Thomas e o defensive lineman Josh Sweat.

O running back Ito Smith é o grande nome do ataque dos Golden Eagles.

🔜Draftáveis

O time de Southern Miss não costuma produzir jogadores para a NFL, mas o jogador do programa que com a carreira mais prolífica na liga foi Brett Favre. No atual time, o running back “pau pra toda obra” Ito Smith é um excelente jogador. Com números expressivos durante os seus quatro anos no college, a única coisa que falta para Smith é um tamanho para a NFL. Listado com 1,75 e 88kg, o jogador originário do estado de Alabama poderia ter problemas na transição para a grande liga.

Já do lado dos Seminoles, apesar dos problemas de produzir vitórias, o time é recheado de talentos. Infelizmente, três jogadores muito bem cotados para o draft decidiram não participar da última partida do ano. Contudo, ainda teremos Tarvarus McFadden em campo. O cornerback tem tamanho, atleticismo e habilidades o suficiente para ser uma escolha de primeira rodada. Já do lado ofensivo da bola, Auden Tate cresceu semana após semana, mesmo com os Seminoles não jogando tão bem. O wide receiver tem ótimas mãos (risos), sabe correr rotas muito bem e o ponto principal é a sua habilidade de manter a bola com controle, mesmo em recepções muito difíceis ou com contato de defensores ou do próprio chão.

🔮Previsão

Bassi Henrique João Vitor Kelvin Matheus Nick Vitor Weinny

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também