Preview: Famous Idaho Potato Bowl – Central Michigan vs. Wyoming

Browse By

Para comemorar a produção de batatas do estado de Idaho, nada melhor que um bowl que reúna dois times bem semelhantes, não é mesmo? Central Michigan e Wyoming têm bons quarterbacks e secundárias que figuram entre as melhores do país em vários quesitos, um confronto que tem tudo para ser bom.

📝 O que? Famous Idaho Potato Bowl – Central Michigan Chippewas (8-4) vs. Wyoming Cowboys (7-5)
🕛 Quando?
Sexta-feira, 22 de dezembro, às 19h (horário brasileiro de verão)
🌎 Onde?
Albertsons Stadium – Boise, Idaho
📺 Como assistir? ESPN

>> Clique aqui e confira nossa Central dos Bowls <<

📚 Histórico: Série empatada, com 1 vitória para cada time
🆚 Último confronto:
Central Michigan 32, Wyoming 20 (2002)
🎰 Linha de Vegas: 3,5 – Wyoming

Criado em 1997 como Humanitarian Bowl, o jogo passou a ser dirigido pela Comissão de Batatas de Idaho em 2011, o que fez com que a partida tomasse outras dimensões bem curiosas. O bowl agora tem um mascote que é uma batata gigante e um caminhão que viaja pelos Estados Unidos mostrando uma batata de seis toneladas que eles juram que é verdadeira. Tudo isso para um jogo que é no famoso campo azul de Boise State. Não dá para perder.

🛤 A estrada até Boise 

Central Michigan não é o melhor time da MAC, título que provavelmente é de Toledo, mas é a equipe que entra na Bowl Season com o melhor momento. Após vencer apenas três de seus sete primeiros jogos no ano, Central ganhou cinco seguidas, incluindo a rivalidade contra Western Michigan e uma boa vitória contra Northern Illinois para fechar a temporada regular.

Os Cowboys começaram a temporada com altas expectativas por causa do quarterback Josh Allen, mas o time não foi nada bem nos dois confrontos contra times do Power Five – Iowa (3×24) e Oregon (13×49) – e pouca gente ficou de olho no time. Só que os comandados de Craig Bohl foram bem no início da MWC e chegaram a ficar 5-1, tendo chance de vencer sua divisão, mas perderam para Fresno State e San Jose State nas últimas duas partidas e deram adeus ao sonho.

LEIA TAMBÉM:  Brazilian Press College Football Top 25 – Semana 8
Quando Central Michigan tiver a bola

Os Chippewas não têm um ataque nada eficiente e não conseguem mover a bola com muita regularidade. A unidade é alimentada basicamente por jogadas longas (a 12ª melhor do país em explosão), principalmente por causa da presença do quarterback Shane Morris, ex-Michigan, que foi muito bem nos últimos jogos da temporada, com 16 touchdowns totais e apenas duas interceptações nos cinco triunfos seguidos.

Só que Morris terá que enfrentar uma secundária muito forte, que foi apenas uma das 12 que terminaram a temporada regular com mais interceptações (16) que touchdowns cedidos (dez). Além disso, a unidade liderada pelo ótimo safety Andrew Wingard cede apenas 160 jardas aéreas por jogo e é a terceira melhor do país limitando jogadas explosivas.

Quando Wyoming tiver a bola

O ataque de Wyoming começou a temporada com muita expectativa por causa do hype criado em cima do Allen, mas após perder os seus principais recebedores ele não teve o ano que se esperava. Pode ser até que Allen não jogue por causa de uma lesão no ombro, o que seria ainda pior, já que o reserva Nick Smith teve dois jogos fracos para fechar a temporada, com o ataque marcando apenas 24 pontos.

Quem quer que seja o quarterback de Wyoming terá uma missão bem complicada, já que Central tem uma secundária extremamente oportunista, que é a segunda do país em interceptações, com 19. Inclusive, a dupla Amari Coleman e Josh Cox, os líderes da unidade, foram eleitos para o primeiro time e o segundo da MAC, respectivamente.

🔜Draftáveis

Do lado de Wyoming, o destaque é logicamente Josh Allen, que ainda não sabe se vai para o próximo Draft, mas é visto como um dos melhores quarterbacks da classe pelos especialistas, mesmo após um ano não tão bom. Além de Allen, o safety Andrew Wingard chama a atenção sendo um dos melhores jogadores da posição na temporada.

Por Central, a dupla citada acima do cornerback Amari Coleman e o safety Josh Cox podem ser boas opções como undrafted free agents.

🔮Previsão

Bassi Henrique João Vitor Kelvin Matheus Nick Vitor Weinny

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também