Preview: Camping World Bowl – #22 Virginia Tech vs. #19 Oklahoma State

Browse By

Com o patrocínio da Camping World pela primeira vez, o segundo bowl de Orlando recebe dois times com forças bem diferentes. De um lado, a defesa sufocante e que quase não cede pontos de Virginia Tech. Do outro, o ataque eficiente e explosivo de Oklahoma State.

📝 O que? Camping World Bowl – #22 Virginia Tech Hokies (9-3) vs. #19 Oklahoma State Cowboys (9-3)
🕛 Quando?
Quinta, 28 de dezembro, às 20h15 (horário brasileiro de verão)
🌎 Onde?
Camping World Stadium – Orlando, Flórida
📺 Como assistir? Fique de olho no nosso Twitter

>> Clique aqui e confira nossa Central dos Bowls <<

📚 Histórico: Série empatada com uma vitória para cada
🆚 Último confronto:
Virginia Tech 34, Oklahoma State 32 (1972)
🎰 Linha de Vegas: 4 – Oklahoma State

Conhecido hoje como Camping World Bowl, este jogo foi criado em 1990 como Sunshine Football Classic, mas acabou não existindo com este nome por causa de patrocínios. E inicialmente, a partida era disputada em Miami. Em 2001, a administração do bowl mudou e ele foi realocado para Orlando, com o nome de Tangerine Bowl, o antigo nome do Citrus Bowl. Mas a partir de 2004, o bowl voltou a ser conhecido apenas pelo patrocinador, passando por Champs Sports e Russell Athletic até chegar em Camping World, que assume pela primeira vez o patrocínio da partida.

🛤O caminho até Orlando

Virginia Tech começou a temporada com quatro vitórias, incluindo contra West Virginia, marcando um confronto interessante contra Clemson, que a equipe acabou perdendo. Daí para frente, tirando a derrota contra Georgia Tech, os Hokies fizeram o que era esperado, vencendo cinco jogos e perdendo para Miami.

Por mais um ano, Oklahoma State prometia uma ótima temporada. E os Cowboys foram muito bem, mas desapontaram novamente. Nas três derrotas – contra TCU, Oklahoma e Kansas State –, o ataque apareceu. Só que a defesa parece ter ficado no vestiário em cada um dele e não conseguiu ajudar a equipe.

O linebacker Tremaine Edmunds é o líder da ótima defesa de Virginia Tech.

Quando Virginia Tech tiver a bola

O ataque de Virginia Tech foi muito mal na temporada, principalmente nos últimos jogos. E a unidade ainda não contará com seu principal nome, o wide receiver Cam Phillips, o único alvo realmente confiável do quarterback Josh Jackson. Para se manter neste jogo contra um ataque muito forte, os Hokies precisarão tirar mais de seu ataque terrestre com os running backs DeShawn McClease e Steven Peoples, que não foram muito bem durante o ano, mas fecharam em alta somando mais de 200 jardas contra a rival Virginia.

Se os Cowboys têm um ataque sensacional, a defesa pode ser descrita como decente. Por mais que ela seja eficiente normalmente contra a corrida, a unidade cede muitas jogadas longas, principalmente contra o passe. No nível universitário, isso é extremamente importante porque acaba matando um possível momento da equipe e, bom, todo viu no que deu isso na grande rivalidade estadual contra Oklahoma, quando Baker Mayfield brincou em cima da secundária de Ok St.

Quando West Virginia tiver a bola

Junto com o rival Oklahoma, Oklahoma State tem um dos ataques mais dinâmicos do país. O quarterback Mason Rudolph lidera uma unidade que tem um número grande de armas, com os running backs JD King e Justice King e os wide receivers James Washington e Marcell Ateman, além de ter uma linha ofensiva boa. Os Cowboys marcam 46,3 pontos por jogo, a terceira maior marca do país, e somaram 53 jogadas para 30 jardas ou mais, sendo um ataque bem explosivo e eficiente.

Como sempre, o coordenador Bud Foster bota uma boa defesa em campo em Blacksburg. De acordo com o sistema S&P+, a unidade é a sexta melhor do país e é a segunda em pontos cedidos por jogo (13,5). Os Hokies foram tão bem na temporada por causa de um front seven que chega muito ao backfield adversário, com destaque para o linebacker Tremaine Edmunds, e uma secundária que limita muito os ataques aéreos adversários com vários jogadores extremamente competentes e que marcaram bem bons recebedores durante o ano na ACC.

James Washington foi um dos melhores recebedores da temporada na FBS.

🔜 Draftáveis

Como já é de costume, Virginia Tech deve ceder bons jogadores defensivos para o nível profissional. O linebacker Tremaine Edmunds e os cornerbacks Brandon Facyson e Greg Stroman são boas opções para times que precisam reforçar unidades que fazem muita pressão.

O ataque de Oklahoma State deve ceder muitos jogadores para o draft da NFL. O quarterback Mason Rudolph e o wide receiver James Washington têm potencial para serem selecionados na primeira rodada, enquanto o recebedor Marcell Ateman e o offensive tackle Zach Crabtree são nomes interessantes para o terceiro dia do processo. Defensivamente, o safety Tre Flowers é o único jogador que chama a atenção.

🔮Previsão

Bassi Henrique João Vitor Kelvin Matheus Nick Vitor Weinny

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também