Baker Mayfield, Bryce Love ou Lamar Jackson – Quem deve ganhar o Heisman?

Browse By

Neste sábado (9), conheceremos o vencedor do Heisman Trophy, o prêmio dado ao melhor jogador da temporada no college football. Os finalistas foram divulgados no início desta semana, sendo eles:

Baker MayfieldQuarterback, Oklahoma
Bryce LoveRunning back, Stanford
Lamar JacksonQuarterback, Louisville

Dois finalistas do ano passado, incluindo o vencedor Jackson, voltam à Nova York, enquanto Stanford tem a chance de acumular o quarto vice-campeonato nos últimos nove anos.

Dito isso, vamos dar motivos pelos quais cada um dos jogadores poderia levar o troféu para casa e você nos diz quem é o seu favorito.

Baker Mayfield

Bandeira plantada em Ohio State, pegada no pênis contra Kansas, aquecimento jogando a bola em um jogador de TCU… Baker Mayfield chamou muita atenção por causa de seu comportamento e até irritou alguns eleitores do Heisman, mas não dá para negar que ele se destacou ainda mais dentro do campo jogando e é o favorito a levar o troféu.

Após perder seus dois melhores running backs e seu principal wide receiver, o quarterback de Oklahoma liderou uma campanha em que o time marcou ainda mais pontos do que no ano passado, quando os Sooners já tinham um ótimo ataque. Em 13 jogos, ele acertou 71% de seus passes, somando 4340 jardas e 41 touchdowns, com apenas cinco interceptações, além de cinco touchdowns terrestres.

O principal ponto a favor de Mayfield é que nos jogos mais esperados de Oklahoma, ele foi sensacional. Nas vitórias contra Ohio State, Oklahoma State e as duas sobre TCU, o quarterback foi responsável por 16 touchdowns e só sofreu duas interceptações. E mesmo na única derrota dos Sooners, contra Iowa State, Mayfield teve uma atuação extremamente competente.

Oklahoma vs. Oklahoma State | Highlights | FOX COLLEGE FOOTBALL

Bryce Love

Após Toby Gerhart em 2009 e Christian McCaffrey em 2015, Stanford coloca mais um running back como finalista do Heisman Trophy. Mesmo limitado por causa de uma lesão em boa parte do ano, Love correu para 1973 jardas e 17 touchdowns em 237 corridas (uma média sensacional de 8,3 jardas por oportunidade) em 12 jogos.

LEIA TAMBÉM:  Preview: Final da Pac-12 - USC vs Stanford

Talvez o grande pronto favorável a Love é que Stanford não conseguiu ter um ataque decente quando ele não estava em campo, mesmo usando a tão conhecida “fórmula de Stanford”: forte linha ofensiva, um bom corredor – e o reserva Cameron Scarlett é muito bom – e passes mais tranquilos para o quarterback.

Sem Love, Stanford sofreu para ganhar de Oregon State, um dos piores times do FBS. Com ele limitado, perdeu para Washington State, teve dificuldades contra California e ficou com o vice-campeonato na final da Pac-12. No meio de tudo isso aí, no único jogo em que o RB estava relativamente perto de estar 100% de saúde, ele teve uma atuação sensacional para que o Cardinal batesse Washington.

Stanford Football: #HeismanLove: Top 10 Runs

 Lamar Jackson

Um ano após vencer o Heisman, Lamar Jackson aparece entre os finalistas do torneio novamente. Isso porque assim como em 2016, o quarterback de Louisville acumulou números praticamente de video game. Em 12 jogos, ele completou 66% de seus passes para 3489 jardas, 25 touchdowns e 6 interceptações, além de 1443 jardas e 17 TDs em 208 corridas.

Mas se Jackson jogou tanto assim, por que ele não foi tão reconhecido como em 2016? A grande diferença é que Louisville foi um time bem pior em 2017 e não teve tantos grandes jogos. Na última temporada, o quarterback pode mostrar seu talento a todo o país em duas partidas muito esperadas, o atropelo contra Florida State e a derrota apertada para a eventual campeã Clemson. Neste ano, tudo foi diferente. Os Cardinals foram um time bem pior e conseguiram perder mesmo quando Lamar tinha ótimas atuações.

Lamar Jackson: Best Plays of September 2017

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também