Ressaca – Jogadores de destaque na Semana 1

Browse By

Já começamos mais cedo a nossa Ressaca falando sobre os melhores jogos da rodada e agora é hora de citarmos os jogadores que se destacaram – positiva e negativamente.

Vamos dividir nossa análise em duas partes: uma focando no Heisman, prêmio dado anualmente ao jogador mais excepcional da FBS, e outra focando no Draft – justamente pra servir de inspiração para quem está chegando agora no college e quer alguma forma de link entre a nossa pauta e o que acontece na NFL. Cada quesito será avaliado como uma bolsa de valores, em que apontaremos alguns jogadores cujas “ações” se valorizaram ou não (Stock Up/Down).

De olho no Heisman

⬆️ Stock Up

Baker Mayfield (QB, Oklahoma)

Apesar dos receios sobre o time agora comandado por Lincoln Riley e da saída dos seus recebedores e running backs, Mayfield teve uma noite quase perfeita no último sábado: mesmo jogando apenas o primeiro tempo, ele teve 19 passes bem sucedidos de 20 tentados, três touchdowns e 329 jardas, totalizando um rating de 282,7.

Lamar Jackson (QB, Louisville)

Lamar Jackson começou a temporada com números incríveis e salvando os Cardinals mais uma vez – num jogo em que a linha ofensiva não lhe ajudou tanto e a defesa menos ainda. O jogador tenta ganhar o seu segundo Heisman e começou bem: 485 jardas em uma virada incrível contra Purdue (foram 378 jardas aéreas em 30 passes de 45 tentados, além de correr para mais 107).

Derrius Guice (RB, LSU)

Mesmo depois de ter perdido vários dias de treinamento, Derrius Guice começou o ano com força total, sendo o principal responsável por destruir a defesa de BYU com 120 jardas terrestres e dois touchdowns. Depois de assumir o ataque no ano passado, esse é o terceiro jogo consecutivo que Guice corre para mais de 100 jardas, o que lhe coloca como provável candidato ao Heisman.

Saquon Barkley (RB, Penn State)

Depois de terminar o ano de maneira incrível contra USC, Saquon Barkley começa como principal candidato ao Heisman depois da sua performance de sábado. Totalizando 226 jardas (172 correndo e 54 recebendo), ele não deixou nenhuma dúvida quanto a ser o principal jogador do ataque de Penn State. Com apenas 17 carregadas e uma média de 13,3 jardas por corrida, ele chegou à end zone duas vezes e por pouco não conseguiu um terceiro touchdown de mais de 80 jardas.

⬇️ Stock Down

J.T. Barrett (QB, Ohio State)

O ataque de Ohio State parecia continuar tão lento quanto no jogo contra Clemson no ano passado. Barrett foi pra o intervalo com apenas 10 passes de 21 completos e com 95 jardas no total. Porém, ao voltar em campo contra Indiana o time como um todo parecia ter acordado e Barrett também, finalizando a partida com 20 de 35 passes completos, 304 jardas e três touchdowns.

Sam Darnold (QB, USC)

Começando o ano com uma atuação ruim contra o time de Western Michigan, Sam Darnold viu o seu stock para o Heisman cair com as suas duas interceptações e nenhum touchdown na última partida. Apesar de ter completado um bom número de passes (23 de 33), ele não conseguia atravessar a defesa dos Broncos e sofreu com algumas leituras ao longo da partida – o que deve fazer seu stock para o Draft cair também. Não foi a melhor forma de começar o ano.

Jalen Hurts (QB, Alabama)

Hurts parece não ter ser recuperado totalmente da derrota no último jogo da temporada. Com apenas um de seus wide receivers, Calvin Ridley, conseguindo converter os passes em jardas, Jalen Hurts terminou a noite com 10 passes completados de 18 tentados, 96 jardas lançadas e um touchdown. Uma péssima noite para o segundanista de Alabama.

Jake Browning (QB, Washington)

Apesar dos números relativamente bons – 17/30 passes, 284 jardas e dois touchdowns – Browning não conseguiu ser o principal jogador na vitória dos Huskies contra Rutgers. Forçando alguns passes e sem conseguir se sentir confortável no pocket, ele mostrou certa inconsistência no seu jogo, oscilando entre alguns passes precisos e outros muito distantes.

De olho no Draft de 2018

⬆️ Stock Up

Ronald Jones II (RB, USC)

Ronald pode ser considerado o responsável por salvar a temporada de USC. Com a defesa dos Broncos impedindo que Darnold pudesse jogar, o running back de Southern California correu para 159 jardas em apenas 19 tentativas, além de ter quebrado oito tackles. Jones, que tem sido considerado um corredor de terceira rodada, já pode ter aumentado o seu stock após os três touchdowns marcados.

Dante Pettis (WR, Washington)

O wide receiver dos Huskies transformou um quase fumble em um retorno para touchdown. Ele tem demonstrado excelente qualidade em retornos, além de receber a bola com facilidade em rotas profundas. Terminou o jogo com apensa três recepções, mas com uma média de 28 jardas por recepção, além do touchdown retornado no punt – Pettis já soma seis touchdowns desse tipo na sua carreira e espera melhorar suas médias como recebedor.

Mark Walton (RB, Miami-FL)

A equipe dos Hurricanes pode ter perdido seu quarterback para a NFL, mas nada impediu que o ataque continuasse explosivo. Mark Walton tomou as rédeas do time e em 16 carregadas produziu 148 jardas e dois touchdowns. Com uma média de mais de 9,0 jardas por corrida, ele demonstra por que era um do melhores jogadores da ACC no ano passado e terá a chance de ultrapassar Stephen McGuire no total de touchdowns corridos na carreira.

Josh Rosen (QB, UCLA)

Depois de passar 2016 na enfermaria, Josh Rosen retornou em campo muito bem. O começo do jogo foi muito difícil para o quarterback – sua linha ofensiva pouco o protegia e com isso ele quase não tinha tempo para lançar -, mas após os reajustes terem sido feitos no intervalo ele voltou com força total! Lançando para quase 60 passes, desses 35 foram completados, rendendo 491 jardas aéreas e quatro touchdowns – incluindo um que faria Dan Marino sorrir de alegria – o jovem signal caller de UCLA trouxe os Bruins de volta com uma virada incrível sobre Texas A&M. Vamos ver se ele mantém esse mesmo tipo de performance até o fim do ano.

⬇️ Stock Down

Connor Williams (OT, Texas)

Connor entra o ano como um dos melhores left tackles do college, além de ser o mais jovem. Contudo, no último jogo dos Longhorns, ele acabou sendo um grande alvo durante as duas últimas jogadas da partida, que se tornaram faltas. Além disso, a linha defensiva e os linebackers de Maryland abusaram do pass rush contra o time de Austin, o deixando numa situação complicada: foram cinco sacks e tantas outras pressões e faltas que prejudicaram, e muito, os Longhorns.

Josh Allen (QB, Wyoming)

Josh Allen entrava no ano como um dos melhores quarterbacks do país e provavelmente um first-rounder no próximo Draft, mas a sua performance contra Iowa deixou a desejar. Com pouco mais de cinquenta porcento dos passes completados, 174 jardas e duas interceptações, ele sofreu ao enfrentar um ataque do Power Five. A defesa de Iowa o pressionou o jogo todo e fez com que ele fosse obrigado a tomar decisões precipitadas.

Quinton Flowers (QB, South Florida)

Flowers esperava ter números que o levassem ao Troféu Heisman ou até mesmo a cogitar uma pick alta na NFL. Mas mesmo com dois jogos relativamente fáceis para a tabela de USF, Flowers não conseguiu lançar para mais de 400 jardas nos DOIS jogos e teve apenas quatro touchdowns. O mais preocupante foi a sua performance contra Stony Brook (da FCS), em que lançou para uma interceptação e apenas 189 jardas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também