Vai Vendo! – Semana 5 do college basketball (05/12 a 11/12)

Browse By

Se você é fã de basquete universitário, você está vivendo no paraíso. Todos os dias temos pelo menos 25 jogos acontecendo e um time ranqueado jogando. Mas com tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo, fica difícil saber quais jogos realmente merecem a sua atenção. Pensando nisso, vamos postar semanalmente um guia de quais são os melhores jogos e em quem você PRECISA prestar atenção.

Os melhores jogos da semana

purdue.70.png (70×70)louisville.70.png (70×70)Valparaiso Crusaders @ #6 Kentucky Wildcats

Após perder uma partida importante para UCLA, Kentucky vem com tudo para tentar recuperar a fama perdida e subir novamente nos rankings. A perda do topo dos rankings pode ter significado que a equipe não vai conseguir uma seed #1 no March Madness. O caminho da equipe passa diretamente por uma equipe de uma conferência pequena que, repentinamente, aparece como uma surpresa da temporada.

Valparaiso joga na Horizon, uma conferência que nos últimos anos tem recebido pouca atenção desde a saída de Butler. Valparaiso tem sido campeã algumas vezes da conferência, mas agora tem uma chance real de ser ranqueada e ganhar uma posição boa no Madness. Afinal, a equipe venceu Rhode Island, uma dos queridinhas dos analistas, e está apenas a uma boa atuação contra Kentucky para roubar os holofotes. Não seria necessário nem mesmo uma vitória: perder por pouco já seria o suficiente para colocar os Crusaders no ranking.

Já Kentucky, por outro lado, virá com fúria para mostrar que a derrota para UCLA não significou o fim da temporada da equipe. Uma vitória esmagadora com atuações de gala de De’Aron Fox é esperada, depois do jogador ter sido ofuscado pela estrela dos Bruins Lonzo Ball. Ofuscado apenas em quadra, já que Fox liderou a partida em assistências. Não foi o suficiente. A equipe precisa reganhar momento antes de enfrentar dois adversários pesados da ACC no meio de Dezembro: North Carolina e Louisville.

Quando: 07/12, às 23h00 (horário de Brasília)
Onde Assistir: Watch ESPN | Opção 1 | Opção 2

north-carolina.70.png (70×70)indiana.70.png (70×70)#1 Villanova Wildcats @ #23 Notre Dame Fightin Irish

Villanova é o novo xerife, a equipe a ser batida. A derrota de Kentucky colocou o time em sua posição de direito como atual campeões. Agora, se eles querem segurar o posto até o final da temporada regular, vai ser preciso vencer não apenas uma sucessão de adversários complicados na Big East, como também um dos melhores ataques da NCAA nessa semana: Notre Dame.

Mesmo perdendo alguns jogadores relevantes, os Fightin Irish mantiveram o coração da equipe que foi considerada um dos melhores ataques da temporada passada, principalmente V. J. Beachum. A equipe também parece ter aprendido alguma coisa sobre defender, o que os coloca como uma equipe ainda melhor do que a da temporada passada. O caminho para o sucesso é sólido.

Quando falamos do Wildcats, falamos de uma equipe igual a da temporada passada: Ataque eficiente no contra-ataque, uma excelente defesa no perímetro. A diferença, agora, é reconhecimento. O técnico Jay Wright deve estar com um sorriso de orelha a orelha. A equipe tem o que é preciso para segurar o #1 até março.

Quando: 10/12, às 15h00 (horário de Brasília)
Onde Assistir: Watch ESPN | Opção 1 | Opção 2

ucla.70.png (70×70)kentucky.70.png (70×70)#22 Cincinnati Bearcats @ #16 Butler Bulldogs

Ainda no sábado, temos uma partida entre duas equipes que querem alcançar o topo nessa temporada depois de um período se reconstruindo. Para melhorar, o confronto é entre duas equipes conhecidas pelo desempenho ofensivo sempre forte e por chegarem nessa temporada com sucessivas participações no March Madness.

A conferência American foi, por algum tempo, uma das melhores mid-major do basquete. A presença da potente UConn, bem como de algumas equipes que eventualmente surpreendem, como Memphis e Houston, colocou a conferência como uma das favoritas dos fãs do esporte. Cincinnati é, muito provavelmente, a segunda potencia histórica da conferência e com toda certeza a maior potencia atual. A equipe chega a esta temporada tentando ir para sua sexta temporada consecutiva participando da pós-temporada. Tudo graças a uma cultura defensiva sólida criada pelo treinador Mick Cronin. A equipe não tem uma grande estrela, mas é muito sólida e só sofreu mais do que 70 pontos em uma única partida nesta temporada (contra Rhode Island, na sua única derrota até agora).

Já Butler tem a algum tempo tentado se recuperar depois da saída de Brad Stevens para o Boston Celtics e a transferência do programa para a Big East. O treinador Chris Holtman chega a sua terceira temporada com a equipe e parece finalmente ter encaixado o time de volta na forma que o treinador Stevens conseguia. A equipe é a terceira potência da Big East pelo terceiro ano consecutivo e se aproveita da fama da conferência pós-título de Villanova para ganhar alguma notoriedade. Os principais jogadores da equipe atualmente são Kelan Martin e Tyler Wideman, dois jogadores que não receberam atenção ao chegarem ao college mas que agora tem começado a aparecer em conversas sobre o Draft da NBA.

Quando: 10/12, às 19h30 (horário de Brasília)
Onde Assistir: Opção 1 | Opção 2

gonzaga.70.png (70×70)

arizona.70.png (70×70)#21 Florida Gators @ Florida State Seminoles

Florida perdeu para Duke, agora os Gators estão perto de cair dos rankings. Uma vitória contra os rivais de Florida State poderia manter a equipe entre os 25. Uma derrota pode inverter os papéis e trazer mais uma equipe da ACC no ranking. Os Seminoles vem com grande força nas últimas semanas e não querem ser engolidos pelo excesso de times da sua conferência nos rankings na hora que as vagas do torneio nacional at-large forem decididas.

O jogo de Florida tem sido dependente de John Egbunu e seus rebotes. O principal jogador dos Gators, Kasey Hill, parecia estar começando a ter finalmente sua grande temporada em seu último ano, mas caiu de qualidade nas últimas partidas. O time agora corre contra o tempo para se manter como uma das três principais potências da SEC, sendo que dificilmente a conferência irá emplacar mais do que quatro times no torneio nacional.

Do lado dos Seminoles, a partida pode ser o caminho para o sucesso. Com tantas equipes da ACC chamando a atenção no momento (são cinco no ranking nacional), é preciso lutar para se manter entre as possíveis escolhas para a pós-temporada. Fora do ranking, a conferência tem ainda Syracuse, Virginia Tech e Miami, entre outras, todas possíveis candidatas ao March Madness. Florida State tem a vantagem de ter uma dupla titular muito forte em Jonathan Isaac e Dwayne Bacon. Ambos tem entregado bons números jogo a jogo e se encaixam perfeitamente no esquema do treinador Leonard Hamilton, um veterano que quer voltar a levar seu time para o torneio nacional.

Quando: 11/12, às 19h00 (horário de Brasília)
Onde Assistir: Watch ESPN | Opção 1 | Opção 2

Pra ficar de olho

Além dos jogos mais importantes da semana, vamos trazer sempre um jogador de destaque e um time em grande fase pra que você possa conhecer um pouco mais os grandes candidatos ao March Madness desta temporada.

Olho neles: UCLA Bruins

villanova.70.png (70×70)Você já deve estar ficando cansado de ouvir falar do time de Lonzo Ball. Afinal, o jogador é provavelmente uma das cinco primeiras escolhas do próximo Draft da NBA. Acontece que a equipe que vem ressuscitando a Pac-12 agora é a segunda colocada nos rankings, e todos nós sabemos que esse sucesso vai muito além do simples fator Lonzo. A equipe tem um dos melhores ataques do ano, talvez um dos melhores em muitos anos, caracterizado pela alta pontuação do ala-armador Isaac Hamilton, colega de Ball no perímetro. Podem ainda fazer uso de jogadores como os gigantes T. J. Leaf e Thomas Welsh. É uma equipe completa ofensivamente, ainda que defensivamente tenham demonstrado algumas falhas no começo da temporada, em partidas contra Pacific e Cal State Northridge.

Próximo jogo: vs. Michigan, 10/12, às 23h00 (horário de Brasília)
Onde Assistir: Watch ESPN | Opção 1 | Opção 2

Olho nele

baylor.70.png (70×70)

Guarde essa no bolso para quando ele estiver 100%: O melhor jogador da Big Ten é, provavelmente, James Blackmon Jr. Ele tem jogado de forma limitada após sofrer uma lesão, mas ainda assim foi capaz de voltar para a equipe para ajudar a derrotar North Carolina e ser o líder de rebotes de Indiana na partida. Além disso, ele foi o cestinha da equipe nas três primeiras partidas da temporada regular, inclusive fazendo 26 pontos contra a defesa de Kansas, uma das melhores do país. Provavelmente o jogador continuará sendo poupado em termos de minutos pelas próximas partidas, mas em algum ponto de janeiro, no meio da temporada da conferência, deve voltar a ter seu tempo normal de quadra. Espere grandes números.

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também